sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Monsenhor Francisco de Ilicinea 3 anos de saudades

Monsenhor Francisco Figueiredo nasceu na fazenda Gordura município de Santana da Vargem no dia 10 de fevereiro de 1922. Filho de Urbano Batista de Figueiredo e de Maria Teresa de Figueiredo ele teve oito irmãos que se reuniam todas as noites para rezar o terço.A sua Ordenação Sacerdotal aconteceu em 08 de dezembro de 1946, em Conceição do Rio Verde por Dom Inocêncio Engelke. Chegou em Ilicínea no dia 27 de fevereiro de 1947 acompanhado pelo Monsenhor Teófilo que dava assistência a esta comunidade. Daí em diante foram 60 anos de muito amor e dedicação a comunidade de Ilicínea sendo o maior líder da cidade de todos os tempos.



Monsenhor Francisco Figueiredo fundador de várias instituições em Ilicínea, dentre elas o Hospital São Vicente de Paulo, a creche infantil São Vicente de Paulo, a Vila Vicentina São Vicente de Paulo, a Escola Estadual Nossa Senhora Aparecida, Rádio Aparecida do Sul AM, a Rádio Rainha da Paz Fm, construiu a Igreja Rainha da Paz no bairro Novo Horizonte e deixou mais uma série de obras por aqui. Mas a principal obra do Monsenhor Francisco Figueiredo foi o exemplo de um ser humano honesto e batalhador pelas causas sociais.

Em 13 de agosto de 2007, Ilicínea acordou com a triste notícia de que o Monsenhor Francisco Figueiredo foi encontrado morto queimado no banheiro da Casa Paroquial sem ter nenhuma pista do suspeito de provocar o incêndio e assassiná-lo. A princípio a perícia trabalhou com a hipótese de curto circuito. As pistas foram surgindo e logo chegaram ao suspeito. O livro Fênix do escritor René Viana Lemos, Ilicinense que reside em Ribeirão Preto conta como foi a triste morte do Monsenhor Francisco Figueiredo. Em seu velório compareceram mais de 7 mil pessoas entre elas vários Sacerdotes e o senhor Bispo da Campanha Dom Diamantino que presidiu a Missa de Corpo Presente. Hoje faz 3 anos da Passagem de Monsenhor Francisco e a casa da  Cultura  doutora Suely Vilela juntamente com a comunidade de Ilicinea promoverá as 18 horas a terceira passeata pela paz em homenagem ao saudoso Monsenhor saindo da Praça Padre João Lourenço Leite até a Igreja Rainha da Paz  onde acontecerá  uma Celebração Eucarística em memória dele as 19 horas. Nesta Igreja  se encontra os restos mortais do religioso. O dia 13 de agosto, dia da morte de Monsenhor Francisco Figueiredo passou a ser feriado municipal em Ilicinea após o seu falecimento. No túmulo dele, fieis, fazem orações, pedidos, novenas, deixam  objetos como  fotos, gessos, exames, roupas, flores , mensagens e agradeçem as graças alcançadas.
Matéria de Vítor Eugênio.


Fotos de Lucinea Santos.

6 comentários:

  1. muito bem com certeza um feriado que ninguem queria ter, parabens pela matéria

    ResponderExcluir
  2. que o eterno Monsenhor copntinue vivo na memória de tpodos, servindo de exemplo na humildade, honestidade, perseverança, fé e santidade.

    ResponderExcluir
  3. Que a capacidade de liderança, seja no campo espiritual, administrativo ou social, que sempre marcou a personalidade forte e respeitosa do Pe. Francisco, possa preencher as lacunas de nossos corações, nos ensinando a ouvir e a fazer algo de bom em prol do semelhante, pois amar ao próximo é respeitá-lo como ele é, e ser líder é saber ouvir e dar a resposta que acalenta os anseios do povo sofrido, seja verbalmente seja realizando as obras que este povo precisa. Monsenhor Francisco foi mais que um prefeito, foi ele um dos responsáveis pela emancipação político-administrativo de Ilicínea em 1953, criador de várias obras sociais que beneficiam o povo querido desta cidade, um exemplo latente de amor e paz pelos semelhantes. Hoje intercessor junto a Deus Nosso Senhor por esta população amável.
    Frase inesquecível: "O caminho se faz caminhando"
    Daniel Prexedes.

    ResponderExcluir
  4. PADRE FRANCISCO...sua historia sera contada ate o fim dos tempos,sera propagada cada dia mais e mais,nada ofuscara o seu brilho..."TAL VIDA TAL ETERNIDADE!"nos,que nunca te esqueceremos,so temos a agradecer...MUITO OBRIGADO!!!DINDA

    ResponderExcluir
  5. Exemplo de vida para qualquer ser humano, se dedicou ao próximo em prol de uma comunidade, se preocupando com o presente e o futuro,com certeza aonde ele está continua olhando pelo seu povo a quem cuidou por muitos anos. Que não só o seu povo fique sabendo quem foi, o mundo deveria saber quem foi "Monsenhor Francisco Figueiredo" porque é um exemplo de vida e dedicação ao próximo.

    Rafael Lima.

    ResponderExcluir
  6. Funcionários da Casa da Cultura15 de agosto de 2012 09:33

    Obrigado pela belíssima matéria sobre o Monsenhor Francisco Figueiredo.Os alunos de nossas escolas agradecem pela chance de conhecerem um pouquinho da história deste grande e simples servo de Deus fazendo pesquisa aqui na Casa da Cultura Dra Suely Vilela . Estas informações preciosas , além de servir como documento servirá como fonte de pesquisa para gerações futura.
    Funcionários da casa da Cultura.

    ResponderExcluir