-

Loading...

domingo, 13 de maio de 2012

Julieta, uma autêntica mãe de leite

Homenagem no dia das mães

     Julieta Laurentina Maria de Jesus, filha de Joaquim Cândido da Silva e Laurentina de Jesus, nasceu em Ilicinea no dia 20 de janeiro de 1914. A mãe Laurentina foi escrava, viveu 102 anos e faleceu em 11 de janeiro de 1977.  Aos 18 anos Julieta foi empregada do padre José Zeles, onde dedicou seu trabalho de doméstica. Algum tempo depois se casou com Elisiário Rufino da Silva e teve nove filhos. Para ajudar o esposo a sustentar a família trabalhou muito. Sempre alegre e de bom coração chegou a amamentar muitas crianças em Ilicínea. Quando nascia alguma criança que a mãe não tinha condições de amamentar, a pedido do médico Dr. João Vilela Teixeira, as mães procuravam ela que tinha um carinho especial e grande prazer em ser mãe de leite.

     Aos 38 anos dona Julieta apresentou esquizofrenia, época em que a medicina era atrasada. A doença foi confirmada somente depois que foi ela internada no hospital Raul Soares de Belo Horizonte. Julieta gostava de ir a pé à fazenda Mato Grosso apanhar café e quando chegava ao trabalho era bem recebida com cafezinho, cigarro e muita admiração dos trabalhadores. Hoje aos 98 anos, ela caminha pelas ruas da cidade sem nenhum sentido de perigo, como é respeitada e admirada pelos Ilicinenses nenhum mal lhe acontece. Para ir ao médico ela tem prazer em se arrumar, fica alegre e escolhe a roupa preferida. Ela reside com conforto em sua casa à Rua Áurea e recebe um cuidado todo especial dos seus filhos.
   Matéria de Vítor Eugênio.
   Ouça o vídeo


6 comentários:

  1. Uma justa homenagem a quem, literalmente, se doou ao próximo. E o vídeo, então, muito bem escolhido.
    Wilma

    ResponderExcluir
  2. Que linda homenagem!!!!
    Que saudade da Julieta.
    Sabia que quando era pequena eu tinha medo dela,kkkk
    Coisa de criança, era só falar lá vem a Julieta que
    eu parava o que estava fazendo e ficava quietinha.
    Que linda, que bom que ela está bem!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Hamilton Celestino Carrijo22 de maio de 2012 09:17

    Que ela te abençõe, por ter trazido tão boas lembranças para mim, e tenho certeza, pra todos que viram esse video.
    Parabéns!
    Pela matéria e pelo video.

    ResponderExcluir
  4. Muito linda homenagem morei na mesma rua que ela e realmente é uma pessoa maravilhosa e muito querida.parabéns Deus continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  5. ME LEMBRO BEM DE JULIETA. E ESTOU FELIZ POR SABER QUE ELA VIVE E QUE TEM O CARINHO E ATENÇAO DOS FILHOS. JÁ PENSOU SE TODAS AS CRIANÇAS QUE NELA AMAMENTARAM,fIZESSEM PARA ELA UMA HOMENAGEM!!!...

    ResponderExcluir
  6. acho isso bom por que eu sou quase visinho dela e uma das suas filha mora de ladi da minha casa

    ResponderExcluir